Vacina Sarampo Barro Alto – GO

O sarampo é uma doença contagiosa que requer muita atenção e cuidado por parte das pessoas. Afinal, o seu agravamento pode ser bem significativo quando não são tomadas as medidas necessárias. Vale lembrarmos que a doença pode ser fatal, especialmente em crianças pequenas. Por isso, preparamos este conteúdo para que você fique por dentro deste assunto e, desse modo, previna a disseminação deste problema. Acompanhe.

Epidemia de Sarampo em Barro Alto é Preocupante

Os surtos de sarampo estão cada vez mais recorrentes em Barro Alto, o que torna a discussão sobre a prevenção um ponto muito importante a ser pensado. Afinal, com a onda de fake news, a disseminação de que a vacinação pode ser prejudicial tem impactado, de alguma forma, neste tipo de acontecimento. Por isso, as autoridades estão cada vez mais entrosadas em eliminar qualquer tipo de informação errônea acerca do assunto. E, desse modo, é muito importante que estejamos atentos sobre tudo que envolve a causa, os sintomas e a prevenção do sarampo. Afinal, estamos falando de uma doença grave e que, em grande parte dos casos, pode até mesmo ser fatal.

Por isso, conhecer tudo sobre ela e espalhar conhecimento acerca disso são medidas cruciais para manter a saúde da população. A epidemia de sarampo é preocupante, visto que a doença possui uma vacinação eficaz, que garante a proteção de todas as nossas crianças.

O que é o Sarampo?

Em linhas gerais, o sarampo nada mais é do que uma doença contagiosa grave que surge com sintomas como febre e manchas no corpo. Causada por um vírus denominado Morbillivirus, trata-se de uma das principais enfermidades causadoras da mortalidade infantil, especialmente em países subdesenvolvidos.

Quais são as Causas do Sarampo?

Como mencionamos anteriormente, o Sarampo é causado pelo vírus Morbillivirus, que chega até o organismo do hospedeiro a partir do contato viral. Vale lembrar que esta doença possui uma vacina que protege as nossas crianças do desenvolvimento da mesma. A doença se espalha por meio das secreções, como a saliva, por exemplo, a partir de indivíduos doentes para outros que não estejam imunizados. Durante o desenvolvimento, a incubação dura cerca de 10 dias, podendo variar entre uma semana e 18 dias. Há, portanto, uma variação entre cada tipo de organismo. Dessa maneira, este é o período médio de demora para que o vírus verdadeiramente apresente os primeiros sintomas.

Quais são os principais sintomas?

Os principais sintomas desta doença, assim que a mesma começa a demonstrar os primeiros sinais, são:

  • Febre
  • Conjuntivite
  • Coriza
  • Fotofobia
  • Tosse persistente

Com o passar dos dias, o problema pode se elevar, apresentando os seguintes sintomas:

  • Manchas avermelhadas, que inicialmente aparecem atrás das orelhas. Costumeiramente estas manchas não coçam.
  • Prostração.

No decorrer do desenvolvimento da doença, as manchas começam a aumentar, indo em direção aos pés. A duração das manchas é de cerca de 3 dias, também podendo variar de indivíduo para indivíduo.

Depois deste período, a doença passará pela fase de remissão, sendo que:

  • Há uma diminuição da febre;
  • As manchas no corpo passam a ficar mais escurecidas;
  • A pele começa a descamar de um modo que lembra farinha, por conta da finura da descamação.

Quanto ao aparecimento da doença em bebês, podemos destacar os seguintes sintomas:

  • Febre de 39 graus, repentina, sem motivo aparente.
  • Aparecimento de erupções pelo corpo, especialmente nos braços.
  • Irritabilidade por parte da criança, por conta do desconforto causado pela doença.

É possível prevenir o Sarampo?

Sim! Apesar de ser uma doença grave e, em muitos casos, fatal, o sarampo possui uma forma de ser prevenido. Para isso, a vacinação é o único meio de evitar o Sarampo.

Quem Deve se Vacinar Contra Sarampo

  • Doze zero: Todas as crianças de 6 meses a 1 ano de vida devem ser vacinadas (dose extra) devido ao surto de sarampo em alguns estados;
  • Primeira dose: Crianças que completaram 12 meses devem tomar a primeira dose da vacina por meio de tríplice viral (caxumba, rubéola e sarampo);
  • Segunda dose: Ao completar 15 meses de vida, o pequeno bebê deverá tomar a vacina tetra viral (onde entra a dose para varicela, além das três doenças anteriormente mencionadas)

É importante que as duas doses da vacina sejam dadas nos bebês para garantir a imunidade e evitar os surtos da doença. Visto que aproximadamente 15% das crianças que recebem apenas a primeira dose não são capazes de desenvolver a imunidade de fato. Em casos onde as crianças não foram vacinadas, é muito importante prevenir o problema evitando o contato com pessoas que apresentam os sintomas da doença.

Adultos Precisam se Vacinar Contra Sarampo?

Para indivíduos entre 1 e 29 anos de idade que tomaram apenas 1 dose da vacina, é necessário tomar a segunda dose para completar o esquema vacinal. Se não tomou nenhuma dose, não se lembra ou perdeu o cartão de vacina, será necessário tomar as duas doses. Pessoas de 30 a 49 anos tomam a dose única.

Grávidas Podem Tomar Vacina Contra Sarampo?

Duranta a gestação a imunidade da mulher fica mais baixa, deixando o sistema imunológico mais frágil. As vacinas são produzidas com o vírus do sarampo vivo. Apesar de mais fraco, esse vírus pode atacar o sistema imunológico da mulher grávida que está mais vulnerável. Para as mulheres que planejam engravidar, é recomendado que estejam com o cartão de vacina em dia antes da gravidez.

Onde Tomar Vacina Contra o Sarampo em Barro Alto?

A vacina contra sarampo é oferecida em Barro Alto através da rede pública e privada de saúde. Se você possui plano de saúde, verifique com a operadora do seu plano a respeito dos postos de vacinação. Para usuários da rede pública, o SUS oferece a vacina contra o sarampo de forma gratuita em mais de 36 mil salas de vacinação em postos de saúde de todo o Brasil. Vá até o posto de saúde mais próximo em Barro Alto com o seu cartão de vacina em mãos  para tomar a vacina.

Como é o Tratamento?

O tratamento da doença se dá a partir de muito repouso e até mesmo isolamento, principalmente quatro dias depois do aparecimento das manchas, visto que neste período a disseminação é muito maior.

Quanto aos cuidados essenciais, podemos destacar:

  • Uma boa hidratação, com uma ingestão considerável de líquidos, todos os dias.
  • Alimentação balanceada e saudável.
  • Suplementação com vitamina A.
  • Medicamentos sintomáticos para febres, náuseas e vômitos.

A Prevenção e a Disseminação de Conteúdo são Importantes

Lembre-se sempre que a prevenção e a disseminação de informações sobre o sarampo são muito importantes para garantir a saúde coletiva. Afinal, apenas desse modo é que poderemos conscientizar toda a população, em prol da divulgação da vacinação e imunização de todas as pessoas. Sarampo é uma doença altamente contagiosa e perigosa e, desse modo, deve ser tratada com cuidado e muita atenção, para impedirmos que haja novos surtos recorrentes em todo o nosso país.